10.2.07

O QUE VAI MELHORAR A SOCIEDADE NÃO É TIRAR VIDAS… É DAR A VIDA

Alguém disse num fórum sobre o aborto:

«Só tenho pena de uma coisa. De não acompanhar pessoalmente a vida futura de todos aqueles que aqui agora gritam VIDA!!

É tão lindo ter convicções atrás dum pc, eu gostava era de ver o vosso futuro e quantos dos que estão agora aqui a gritar assassinas não o vão fazer ou pagar para a mulher fazer no futuro???
De caras pelo menos 75% destes fervorosos "Nãos" vão cometer o acto que tanto acusam os outros, provavelmente vão é esconde-lo e ainda apontar o dedo a quem for ''apanhado''.
Não convencem ninguem, gente hipocrita!»

A minha resposta:
«Deve ser muito triste viver sem ideais
E chegar ao ponto de pensar que os outros não vivam e morram por eles... é estar mesmo desesperado...
Martin Luther King disse "quem não tem uma razão pela qual morrer, não tem uma razão para viver".
Eu sou daqueles que estão prontos, não só a viver, mas a morrer por aquilo que acreditam.Claro que este é um estilo de vida bem diferente do que o viver por conveniência (defendido pelo "sim").
Mas este é o único que melhora a sociedade, tal como Martin Luther King fez ao ter contribuído para a erradicação do racismo nos EUA (pelo menos da forma tão corrente e descarada que se verificava).
O que vai melhorar a sociedade não é tirar vidas. É dar a vida…»

Jesus é o exemplo supremo disso…

Mais alguém quer dar a sua vida?

Hugo Pinto

2 comentários:

Sergio disse...

Eu gostaria de comentar algumas coisas. A pessoa do tal forum disse:

«Só tenho pena de uma coisa. De não acompanhar pessoalmente a vida futura de todos aqueles que aqui agora gritam VIDA!! É tão lindo ter convicções atrás dum pc, eu gostava era de ver o vosso futuro e quantos dos que estão agora aqui a gritar assassinas não o vão fazer ou pagar para a mulher fazer no futuro???


Isto é um argumento que não lida com a questão, mas tenta divergir para outros assuntos. A questão não é se aqueles que defendem o "NÃO" vão fazê-lo ou não, mas se o aborto é errado ou não. O facto de haver pessoas que gritam "não" enquanto em privado fazem ou aprovam de abortos não invalida que o aborto está errado. A pessoa que disse o que está acima está a tentar mudar o assunto.

De caras pelo menos 75% destes fervorosos "Nãos" vão cometer o acto que tanto acusam os outros, provavelmente vão é esconde-lo e ainda apontar o dedo a quem for ''apanhado''.

E depois? Isto não invalida o facto de o aborto estar errado. Isto só mostra a inconsistência de ALGUMAS pessoas, e não a invalidade de certas posições.


Não convencem ninguem, gente hipocrita!

Irrelevante. O aborto continua a ser pecado e assassínio.

Sergio disse...

Convém dizer que o facto de a pessoa subscrever a teoria da evolução torna uma pessoa mais susceptível de não ter problemas em fazer abortos, uma vez que, para si, a vida humana não é o resultado de Criação Divina, mas sim o resultado de "acidentes" ao longo de milhões de anos.

Essa é uma das razões pela qual o movimento criacionista nos EUA é um impedimento para o avanço do secularismo humanista, e toda a moralidade que daí advém (aborto, casamento homosexual, euthanasia, poligamia, etc, etc).